Rod Johnson – Tendências em Java EE: Como serão os próximos 5 anos

TDC 2009

Quarta Feira dia de TDC no Rio, uma das palestras mais esperadas é a do Rod Johnson criador do Spring e responsável por livros muito interessantes. A palestra iniciou-se às 10:00h e tratou as mudanças e tendências sobre seu ponto de vista.

Para o Rod o mundo esta passando por uma série de mudanças que nos levam a quebras de paradigma e nos põem sobre uma novas perspectiva.

Uma das primeiras coisas expostas, que conduzem a esta mudança é cloud computing, para ele uma das coisas que nos leva a utilizar e visualizar esta solução como tendência, é a distribuição de poder computacional, proporcionando economias pela não necessidade de compra de maquinário suficiente para agüentar os picos.

Para o Rod desenvolvedores são atraídos por novas tecncologias dias após dias e estes ficam famintos por sua utilização e logo começam por inserí-las nos projetos que são geridos por Coordenadores que odeiam mudanças… então o muro criados por eles é sempre ultrapassado.

Uma nuvem preta passa porem sobre a mente do Rod e da comunidade sobre um possível monopólio, que causaria o domínio sobre todas os códigos das aplicações.

Uma revolução poliglota esta sendo feita, porém Java continua como a mais popular, mas ele acredita que seria estúpido dizer que tudo acaba por aí, java não será a última linguagem nem a que solucionará todos os problemas; por outro lado a JVM vem suportando e crescendo com muitas desta linguagens.

Para Rod, o open source e a forma que se estão sendo feitos softwares hoje em dia possibilitam um mudança de endereço na criação das melhores tecnologias, a comunidade transfere do vale do silicio para o mundo a tarefa de inovar; para ele não seria possível a existência do Spring caso ele tivesse a necessidade de procurar IBM e etc para lançar o seu framework. Ele acredita porem que a quantidade de inovações providas pelo open source podem confundir novos desenvolvedores.

Para ele o Ruby and Rails é um bom ponto de mudança onde a super-produtividade  não necessariamente implica que a codificação não seja importante, mais pelas lições do que como linguagem para utilização. A Spring Source soube aproveitar muito destas lições criando o core do spring e do roo.

Foi dito que a a compra da Sun não deve ser vista como problema ao java, pois muitas das tecnologias da Oracle mantém esta empresa como líder e esta empresa não alteraria isso, segundo o mesmo ele prefere a empresa não mão de uma forte companhia do que sobre a tutela de uma fraca, o que achei um pouco complicado para quem havia dito apouco que open source favorecia o crescimento….

Foi dito tambem sobre as preocupações sobre a compra da Spring Source pela VMWare deve ser esquecida, para ele esta empresa sabe a importância do open source e a agenda de desenvolvimento continuará a crescer em pró da comunidade.

Neste ambiente estão sendo criadas soluções para aumentar o produtividade dos desenvolvedores e da comunidade comportar cloud computing como o Spring Source Cloud Foundry, e o Sprng Roo.

A palestra terminou com uma mensagem, não sei sobre o desconhecimento ou o que, para o Rod agora é o momento dos desenvolvedores brasileiros aparecerem , open source é glogal e permite isso !!!