Não adivinhe o futuro, acompanhe-o! MVP e Livro de Possibilidades!

[][1]
KYEO

Costumo pensar que todo projeto, seja aqui ou na China, tem algo semelhante em seu início, algo que permite a fundamentação, o crescimento e a melhoria continua… Seguindo os encalorados discursos sobre Lean Startups, dentre muitos outros que já ouvi de pequenos, médios e grandes empreendedores, é certo concluir que o sucesso é um longo caminho de aprendizados, no qual nossa única certeza é que as ideias irão surgir e quando implementadas podem ser bem sucedidas ou não.

Aprender, o que? Pensar, publicar, extrair e aprender… certo? Bem, realmente temos que aprender, mas as nossas ideias e a percepção dos envolvidos em nossos projetos (usuários, colaboradores e fornecedores) são fruto de algo mais profundo, e simplesmente descartá-las não soa nada HIGIÊNICO ou inteligente. As pessoas mudam, e este algo mais profundo A CULTURA está em constante mudança.

Recentemente fiz uma jornada introspectiva para entender um pouco mais sobre a cultura envolvida por trás das redes socias, conversei com pessoas, as ouvi e também fiz minhas experiências passando minhas ideias e vendo-as se transformarem sobre novas perspectivas.Após 233 checkins, 11 badges e inumeras dicas seguidas, acho que tive um vislumbre do que me motivaria e talvez outras pessoas a usa-las. Badges? Envolvimento social? Elevação de status? Inundar-se de cool?

Esta é uma experiência válida quando não estamos construindo uma nova aplicação para atender os nossos problemas. Quando não conhecemos de perto o nosso público, nada melhor do que uma boa conversa ao sofá ou na mesa ao almoço, algo subjetivamente demorado e franco.

Durante este tempo incontáveis idéias foram escritas em um caderno que sempre me acompanha, e quantos de nós não já tiveram ideias e mais ideias que foram comentadas, anotadas, implementadas e miseravelmente esquecidas. Neste último sábado, 26 de Novembro de 2011, apresentei durante a DESCONF 2011 um vislumbre deste meu aprendizado fundado sobre idéias co-evoluídas. IDÉIAS SÃO MUITO IMPORTANTES PARA SEREM ESQUECIDAS SEM PESTANEJAR, o ato de LEMBRAR-MOS E ESQUECER-MOS DELAS pode nos levar as margens do sucesso e da vanguarda tecnologica.

Lembrar e Esquecer idéias? Acompanhe-as e descarte sabiamente

 

Há algum tempo vendo o filme Last Holiday, que apresenta a história de vida por trás da personagem principal interpretada pela Queen Latifah na sua ultima semana de vida, me deparei como uma relação positiva entre os livros de possibilidades do filme e nossos backlogs, e o venho aplicando desde então. A personagem possuía um livro em que todas as suas pretensões futuras como marido perfeito, casa, viagem e elterodomésticos eram armazenados e trabalhados para se concretizarem. As vezes temos que tirar o chapéu para romancistas que concretizam e personificam comportamentos culturais em suas obras. E após minha analise sobre a cultura por trás da sociedade virtual do foursquare, tinha meu livro de idéias, UM LIVRO DE POSSIBILIDADES.

O LIVRO DE POSSIBILIDADES em minha visão de empreendedorismo complementa o conceito de sucesso pelo aprendizado, e este aprendizado não precisa ser finito, nem datado ao fim, ele pode ser um acompanhamento continuo de mudanças tecnológicas, financeiras, legais e culturais que o restringe. Sendo assim deveriamos adicionar ao nosso trabalho diário, ou junto ás ativades de nosso PO, o acompanhamento de idéias que vemos possíveis a um futuro próximo que poderão nos levar a posições de vanguarda. Manter o MVP pode ser nos dias atuais garantia para o sucesso, mas quando todos apresentam o mesmo comportamento, não olhar mais sim acompanhar, fatores influentes podem lhe dar a preferência no sucesso.

Ouvi durante o agile brazil 2011, do Henrique Imbertti, as adaptações do time do MEME da Yahoo havia adaptado o seu storyboard para implementar o ciclo de aprendizado, e acredito que oque é percebido não sendo necessário agora não devesse ser totalmente descartado e sim acompanhado quando detectadas restrições que não sejam temporariamente imutáveis e que possam significar grande vantagem competitiva.

Várias empresas produzem sistemas de qualidade mas que nada servem para os seus usuários, pivoteiam inumeras vezes mas parecem sempre apontar para o caminho errado. Com idéias mapeadas e a cultura inerente ao segmente que se destina nossa aplicação acompanhada de perto, o empresário deve sair da posição de irmão mais novo desesperadamente tentando acompanhar a brincadeira dos irmãos mais velhos. Canais e ondas de consumo surgem todos os dias, ou você possui um ambiente onde elas normalmente afloram e se transformam ou você cria um. MAS NÃO ESQUEÇA DE MANTER OS SEUS OLHOS ABERTOS!